Como Prevenir a Dengue

Transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, a Dengue é uma doença a qual já foi considerada Epidemia em muitas cidades brasileiras, principalmente litorâneas.

A doença caracteriza-se pelo surgimento repentino de febre alta, a qual persiste por 5 a 7 dias. Além da febre aguda, os principais sintomas apresentados pelos pacientes infectados são náuseas, dores musculares e manchas avermelhadas pelo corpo.

Até o momento não existem nenhum tipo de tratamento medicamentoso para o vírus da dengue em si. O tratamento adotado é focado na redução e amenização dos sintomas, utilizando-se medicamentos como Dipirona e Paracetamol. Estudos afirmam que vacinas preventivas estão sendo criadas, porém, ainda não há notícias oficiais.

Como Prevenir a Dengue

Como não existe cura, o único meio de prevenir a Dengue é controlar o aparecimento dos focos do mosquito – o qual se desenvolve em pontos com água parada e limpa.

Como Prevenir e Combater a Dengue?

Existem algumas maneiras de prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, combatendo a transmissão da doença. Listamos abaixo alguns dos principais métodos preventivos da doença:

Mantenha pneus guardados em locais cobertos, distantes da chuva e outras quedas d’água. Cobrir os pneus e fazer furos em seu corpo evita o acúmulo de água limpa.

Caso sua casa não tenha telhado, mas apenas uma laje, realize limpezas periódicas para que não haja acúmulo de água da chuva sob a mesma.

Faça uma limpeza periódica nas calhas do telhado, para quem não se acumule água da chuva. Procure retirar galhos e folhas que facilitem tal acúmulo.

Substitua a água presente nos pratinhos das plantas por areia. Caso não seja possível, mantenha os pratinhos secos.

Mantenha poços artesianos e caixas d’água sempre fechadas e vedadas.

Os recipientes que mantém a água utilizada para servir animais devem ser reabastecidos diariamente.

O tratamento das águas de piscinas deve ser feito à base de cloro, na quantidade recomendada. Caso as piscinas não estejam sendo utilizadas, é indicado esvaziá-las por completo, mantendo-as sempre secas.

Garrafas de vidro e outros recipientes similares devem ser mantidos em área cobertas, sempre armazenados de cabeça para baixo. Caso não sejam mais utilizados, devem ser descartados em sacos plásticos fechados e vedados.

Quando em casa, os sacos de lixos devem ser mantidos fechados. No momento do descarte, evite deixa-los em terrenos baldios ou em áreas ao ar livre.

As bromélias, em especial, são flores que acumulam água entre suas folhas. Para regá-las e distancias o perigo do surgimento de um foco da Dengue, misture à água 1 colher (sopa) de água sanitária.

Combate a Dengue

Principais Sintomas da Dengue

Transmitida através da picada do mosquito Aedes Aegypti, a Dengue já foi sinônimo de epidemia no país. Apesar de atualmente a sua transmissão estar devidamente controlada, ainda existe o contágio – principalmente durante as épocas mais quentes do ano, como a primavera e o verão.

Além de prevenir o surgimento de novos focos do mosquito, é interessante manter-se atento quanto aos sintomas da doença. Quando diagnosticada a tempo, a dengue tem cura – mesmo que contagiada em sua forma hemorrágica, considerada fatal. Leia nosso artigo e conheça os principais sintomas da dengue, além de saber como realizar o tratamento.

Principais Sintomas da Dengue

Principais Sintomas da Dengue

Os sintomas da dengue começam a surgir somente no 3° dia após a picada no mosquito. Estes são considerados sintomas iniciais. Após o 4° dia e ainda durante a primeira semana pós-picada, surgem sintomas secundários. Confira abaixo uma lista completa com os principais sintomas da dengue, tanto primários quanto secundários.

Sintomas Primários

  • Febre repentina, de 39 a 40°;
  • Fortes dores de cabeça;
  • Dor na parte traseira dos olhos (quando há o movimento ocular, a dor torna-se mais intensa);
  • Dor nos ossos;
  • Dor nas articulações;
  • Falta de apetite;
  • Ausência de paladar;
  • Indisposição;
  • Cansaço físico;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Manchas vermelhas sob a pele, similares ao sarampo.

Principais Sintomas da Dengue Hemorrágica

Sintomas Secundários da Dengue

Os sintomas secundários ganham ainda mais força em casos de dengue hemorrágica, o caso mais grave da doença. São eles:

  • Palidez;
  • Pele fria e úmida;
  • Vômitos;
  • Sangramentos no nariz, gengiva e boca;
  • Agitação;
  • Insônia;
  • Confusão mental;
  • Pulso fraco;
  • Boca seca;
  • Sede;
  • Perda de consciência;
  • Dificuldade na respiração.

Principais Sintomas da Dengue em Bebês

Diferente dos casos adultos, os sintomas da dengue em bebês de 0 a 1 anos são bem leves, podendo ser confundidos com um simples resfriado, gripe ou virose.

O sintoma mais comum e que alerta para a necessidade de atendimento médico é a febre alta, de 39 a 40°, principalmente quando surge de forma repentina e em locais que possuam casos de dengue registrados.

Caso sinta algum dos sintomas mencionados em nosso artigo, procure imediatamente uma unidade de pronto atendimento médico. Será necessário realizar alguns exames específicos para confirmar ou descartar o contágio da doença.

Dengue Tratamento – Como Tratar Corretamente da Dengue

O vírus da dengue, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, pode se manifestar de forma leve, moderada, ou até mesmo não se manifestar.  Em todas as ocorrências, é importante iniciar quanto antes o tratamento, a fim de reduzir as consequências à saúde.

Quais são os Sintomas da Dengue?

Para que seja definido qual o tratamento será seguido, é necessário procurar atendimento médico imediato, uma vez que os sintomas comecem a se manifestar. Nos três primeiros dias após a picada do mosquito, os sintomas da dengue clássica são semelhantes ao de uma gripe ou virose comum:

  • Febre repentina, de 39 a 40°;
  • Fortes dores de cabeça;
  • Dor na parte traseira dos olhos (quando há o movimento ocular, a dor torna-se mais intensa);
  • Dor nos ossos;
  • Dor nas articulações;
  • Falta de apetite;
  • Ausência de paladar;
  • Indisposição;
  • Cansaço físico;
  • Manchas vermelhas sob a pele, similares ao sarampo.

Após o quarto dia de contágio, os sintomas podem sofrer alterações, tornando-se mais fortes e perigosos. É neste momento que deve-se manter a atenção redobrada quanto à evolução do vírus, o que pode desencadear uma possível dengue hemorrágica – principalmente se o paciente já tiver sido contaminado anteriormente, com uma vírus de tipologia diferenciada.

Neste segundo momento, os principais sintomas são:

  • Palidez;
  • Pele fria e úmida;
  • Vômitos;
  • Sangramentos no nariz, gengiva e boca;
  • Agitação;
  • Insônia;
  • Confusão mental;
  • Pulso fraco;
  • Boca seca;
  • Sede;
  • Perda de consciência;
  • Dificuldade na respiração.

tratamento contra dengue

Tratamento para a Dengue

Infelizmente ainda não existem vacinas capazes de imunizar – ou até mesmo curar – a dengue. Por isso, o tratamento da doença tem a função de aliviar os sintomas e manter a hidratação do corpo.

Hidratação oral: A hidratação por meio de soro é ministrada tanto em adultos quanto em crianças. Juntamente ao soro – que deve conter uma parte de soro caseiro – os pacientes devem ingerir água, sucos, frutas ou água de coco.

Alívio de febre e dores: Para amenizar as febres e dores pelo corpo, é indicado tanto o uso do paracetamol quanto da dipirona sódica. A quantidade a ser ingerida é receitada pelo médico, porém, sabe-se que a quantidade de gotas é medida de acordo com o peso do paciente.

Proibição de Anti-inflamatórios e Anti-térmicos (AAS): Por conta do alto potencial hemorrágico que pode ser desencadeado pela doença, o uso de anti-inflamatórios é proibido; assim como a ingestão de medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (AAS, Aspirina, Melhoral etc).

Primeiros Sintomas da Dengue

Quando o verão se aproxima, é comum a população manter-se atenta às doenças características desta época do ano, fortalecendo a prevenção e cuidados. Se tratando da dengue – doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, além de um forte processo preventivo, é interessante também saber reconhecer os primeiros sintomas da doença, para que o tratamento correto seja realizado.

Produzimos um artigo especial, de caráter informativo, abordando os principais e primeiros sintomas da Dengue. Leia com cautela e saiba como reconhecer os sintomas da doença. Vale dizer que caso note algum dos sintomas, é recomendado procurar auxílio médico imediato.

Se tratada da maneira correta e breve, a Dengue não é uma doença fatal – inclusive em sua apresentação hemorrágica. Portadores de doenças cardiovasculares ou de outras doenças que exijam cuidados especiais devem manter a atenção redobrada.

Primeiros Sintomas da Dengue

Primeiros Sintomas da Dengue

Após a picada do mosquito Aedes Aegypti, os sintomas iniciais começam a se apresentar – geralmente – em 3 dias. O primeiro sintoma que deve ser analisado e considerado é a febre alta e repentina. Muitas vezes ultrapassando os 40°, a febre é acompanhada dos seguintes sintomas – os quais surgem ao longo de uma semana:

  • Fortes dores de cabeça;
  • Dor na parte traseira dos olhos (quando há o movimento ocular, a dor torna-se mais intensa);
  • Dor nos ossos;
  • Dor nas articulações;
  • Falta de apetite;
  • Ausência de paladar;
  • Indisposição;
  • Cansaço físico;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Manchas vermelhas sob a pele, similares ao sarampo.

Nos casos de Dengue Hemorrágica, podem ocorrer ainda os seguintes sintomas adicionais:

  • Dores abdominais contínuas, similares à cólicas abdominais;
  • Palidez;
  • Pele fria e úmida;
  • Vômitos;
  • Sangramentos no nariz, gengiva e boca;
  • Agitação;
  • Insônia;
  • Confusão mental;
  • Pulso fraco;
  • Boca seca;
  • Sede;
  • Perda de consciência;
  • Dificuldade na respiração.

Primeiros Sintomas da Dengue

Tratamento da Dengue

Ao notar os primeiros sintomas e buscar atendimento médico, o paciente dará início ao tratamento da doença. Basicamente, o tratamento da dengue consiste apenas no alívio dos sintomas, até que o ciclo do vírus se conclua. Utilizar a medicação específica receitada pelo médico e manter-se em repouso absoluto fazem parte do tratamento.

É preciso ter cuidado quanto ao tipo de medicação consumida: medicamentos à base de AAS são prejudiciais à dengue, agravando ainda mais os sintomas.

Sintomas da Dengue Hemorrágica

A Dengue é uma das doenças mais populares do país, manifestando-se com mais força em épocas de temperaturas elevadas, como o verão. Geralmente, é nesta época que acontecem as já conhecidas epidemias.

Por conta de sua periculosidade, principalmente quando a doença se manifesta de forma hemorrágica, é preciso evitar e prevenir a reprodução do mosquito Aedes Aegyti, transmissor da doença. A forma de prevenção mais eficaz é eliminar os focos de reprodução: locais com água limpa parada são os preferidos do mosquito. Trocar a água dos pratinhos de plantas por terra; acomodar de forma correta pneus e garrafas e realizar limpezas constantes nos quintais, principalmente em dias de chuva, são algumas ações preventivas.

Quando falamos sobre o tipo hemorrágico da doença, estamos nos referindo à Dengue Hemorrágica. A doença é contraída, na maior parte dos casos, por pessoas que contraíram um tipo diferente do vírus da dengue, uma vez que já tenham sido infectadas anteriormente, por um vírus distinto. Como a doença pode ser fatal, é interessante manter-se atento aos sintomas da Dengue Hemorrágica!

dengue hemorrágica

Sintomas da Dengue Hemorrágica

Logo após a picada do mosquito é difícil distinguir a Dengue Hemorrágica de uma Dengue Clássica. Tudo porque os sintomas iniciais são similares. Entretanto, após o terceiro ou quarto dia a contar do contágio, os sintomas tornam-se agudos e mais específicos. Os principais sintomas da Dengue Hemorrágica são:

  • Redução de apetite;
  • Febre alta, entre 39° e 40º;
  • Dores de cabeça, musculares e nas articulações;
  • Vômitos;
  • Equimoses;
  • Erupções generalizadas;
  • Petéquias;
  • Agravamento dos primeiros sintomas;
  • Pele úmida e fria;
  • Transpiração excessiva.

sintomas da dengue

Logo após o surgimento dos sintomas principais, o paciente pode entrar em um estado parecido ao de choque. Tal estado é fatal, ocasionando – muitas vezes – a morte do paciente. Quando o paciente sobrevive, o processo de recuperação inicia-se após o primeiro dia da crise.

Tratamentos para Dengue Hemorrágica

Infelizmente ainda não existem vacinas ou tratamentos que curem a Dengue Hemorrágica. Por isso, o tratamento da doença consiste na redução dos sintomas, proporcionando uma melhora do bem-estar do paciente. Dentre os tratamentos utilizados, podemos destacar os seguintes:

  • Transfusão de sangue/plaquetas;
  • Utilização de soro ou eletrófitos;
  • Sessões de oxigenoterapia;
  • Reidratação com soro intravenoso;
  • Tratamento em unidade intensiva.

Vale dizer que  quando os primeiros sintomas da Dengue – sendo clássica ou hemorrágica – forem notados, é imprescindível buscar auxílio médico!

+ Confira também: Quais São os Sintomas da Dengue Normal

Quais São os Sintomas da Dengue

Saber diferenciar os sintomas da dengue ou características de uma doença é essencial para a escolha do tratamento correto e, consequentemente, sua cura. Dentre as muitas doenças que já alcançaram o status “epidêmico” em nosso país, a Dengue destaca-se como sendo uma das principais e, dependendo do caso, fatal.

Muito semelhante às gripes comuns, a Dengue é uma doença facilmente tratável: basta que o paciente busque auxílio médico, submeta-se ao tipo de tratamento adequado ao tipo do vírus adquirido e siga as recomendações dos especialistas.

Entretanto, para agilizar o processo de tratamento da dengue, é preciso que os primeiros sintomas sejam logo analisados e notados, ainda no dia a dia. Leia nosso artigo e saiba quais são os sintomas da dengue: saiba se você tem, a doença!

sintomas da dengue

Sintomas da Dengue Clássica

A dengue clássica é a forma de apresentação mais comum da doença. Seus sintomas podem ser notados, geralmente, no terceiro dia após a picada do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença. Em crianças mais crescidas e adultos, os principais sintomas deste tipo de dengue são:

  • Cansaço e falta de disposição;
  • Febre alta, entre 39 e 40º;
  • Dor de cabeça e dor no fundo dos olhos;
  • Dor no corpo e nas juntas;
  • Enjoos e vômito;
  • Dor abdominal e mal estar;
  • Pintinhas vermelhas sob a pele.

sintomas da dengue

Sintomas da Dengue em Bebês

Usualmente, é mais fácil de suspeitar do contágio da dengue por bebês do que por adultos. Afinal, quando um bebê apresente febre alta ou qualquer outra anormalidade, automaticamente os pais já o levam ao pronto atendimento médico. Realizando um hemograma é possível identificar a presença do vírus.

Os sintomas mais comuns da dengue em bebês são:

  • Febre alta, entre 39 e 40ºC;
  • Irritabilidade;
  • Vômito e diarreia;
  • Falta de apetite.

Sintomas da Dengue Hemorrágica

A dengue hemorrágica é o tipo mais grave da doença. Se mal ou não tratada, pode inclusive ser fatal. Neste tipo, surgem sintomas adicionais aos da dengue clássica, cerca de três dias após o início dos primeiros sintomas de dengue clássica. Os sintomas adicionais, que indicam a possibilidade de dengue hemorrágica, são:

  • Sangramento nasal;
  • Sangramento gengival;
  • Sangue na urina;
  • Vermelhidão nos olhos;
  • Pele fria e úmida;
  • Palidez;
  • Vômitos constantes;
  • Agitação;
  • Confusão ou perturbação mental;
  • Sonolência.

Após o quarto dia dos sintomas de dengue hemorrágica há a diminuição da febre e da pressão arterial, além do aparecimento de sangramentos típicos.

+ Confira: Principais Sintomas da Dengue

Notando qualquer um dos sintomas mencionados no artigo, procure atendimento médico imediato!